segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

O Menino que via com as Mãos - Alexandre Azevedo

Juquinha é um menino sadio e inteligente. porém, vê o mundo de uma forma diferente.
E, de tão curioso, tudo que conhecer: pessoas, coisas, bichos que seus olhos não podem ver.
Então, com suas mãos, Juquinha alisa o focinho, o rabo, o pêlo e a orelha:
- Que cachorro mais mansinho!
Mais tarde, afaga o cabelo e o narizinho arrebitado:
- Eu conheço esta boneca do livro do Monteiro Lobato!
Depois, acaricia uma flor, de uma praça bem florida:
-Se não é rosa, nem violeta, então é uma margarida!
O dedo indicador desliza na testa pro nariz, escorrega da boca pro queixo:
- É a Ana Beatriz!
Com muito cuidado, apalpa as frutas que caem no chão. E antes de chupá-la acerta:
- Laranja, manga, limão!
Mas você sabe qual é coisa que Juquinha mais adora? É quando a chuva cai de mansinho lá fora!
Então, Juquinha não perde tempo e corre pro quintal. Abre os braços bem abertos:
- Isto é que é legal!
De tanto tocar em tudo também quer ser tocado, isso a chuva faz muito bem, deixando-o todo ensopado.
Mas tomar banho de chuva a mãe acha que é coisa de menino arteiro, e lá vai Juquinha pro quarto, abraçar seu travesseiro!

O QUE OS ALUNOS IRÃO APRENDER COM ESTA HISTÓRIA?
* Conviver com as diferenças;
* Trabalhar com materiais adequados à cegos;
* Entender como o Juquinha encherga com as mãos

SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM

CONSTRUÇÃO DO ALFABETO EM BRAILLE

Cada criança construirá um alfabeto em Braille utilizando a cola de relevo, com base no alfabeto levado pela professora e fixado na parte superior do quadro para melhor visualização. Em seguida, escreverão com a cola relevo (tinta relevo) o seu nome em Braille.

QUAL O IDEAL DE FELICIDADE QUE ESTA HISTÓRIA EXPRESSA?

Os valores que esta história expressa é a aceitação de deficientes visuais na sociedade, já que, Juquinha "enchergava com as mãos", pois ele poderia ser tão feliz como qualquer outra criança.

Nomes: Laiane Lengler & Michele Cristine Weschenfelder

Nenhum comentário:

Postar um comentário